terça-feira, 3 de agosto de 2010

Amor, física e evolução


Tudo é luz, e em todo lugar,
mesmo a treva é luz,
como tudo que acreditamos ser,
nossos conceitos de como as coisas são,
ou não são...

Ilusões e ilusões sua beleza e sua feiura,
minha beleza e minha feiura,
minha aparência e a sua.
Conceitos básicos confirmados
por uma maioria,
isso é a realidade?
Tudo é luz, e você me veio
a se mostrar a mais brilhante,
como o universo eu quero me ver,
e através de muitos olhos eu me vi,
mas nenhuma imagem minha foi mais bela
que a que vi através dos teus,
e é fácil ser bom quando alguém nos vê como tal.

E eu me tornei melhor,
pois não poderia decepcionar
a bela imagem que moldou de min,
eu sonhei ser o melhor para você,
e de tanto exercitar eu evolui até me tornar
tão belo quanto você sonhou

O que importa a final,
aquilo que compreendemos como agradável?
Nós somos uma forma casual
de contemplar a nós mesmos,
o tudo, nesta grande poeira atômica... Energia.
Tudo pode simplesmente não ser como você acredita ser.

Eu sempre sonhei ser o melhor para você,
eu sempre darei o melhor para você.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir